Posts tagueados com cabelos finos (1)
Como cuidar e valorizar os cabelos finos

Seus cabelos são finos? Saiba como cuidar deles no último post de Rafaella Cassolari para o site Dermapost.

 

Como cuidar e valorizar os cabelos finos

20.01.2014

Facebook

Cabelos finos costumam ser motivo de preocupação para muitas mulheres. Sei bem como é, o meu também é fino. Mas como sou adepta de valorizar nossas características reais e de trabalhar a nosso favor, faço de tudo para viver feliz com ele assim mesmo.

 

Começo logo pela parte que mais apavora as mulheres: o corte curto! Tenho que confessar, depois que resolvi desapegar do cabelão e cortar acima do ombro minha vida mudou para melhor! Foi a minha despedida das pontas ralas, daquele cabelo lambido e sem vida. Não vai achar que eu sou louca, mas senti que meu cabelo agradeceu e ficou mais feliz rsrsrs

 

O ideal é que o cabelo fino seja cortado acima dos ombros para ter um aspecto mais saudável e volumoso. Lógico que existem exceções, como Katie Holmes, que ainda arrisca um corte mais longo, mas sempre tem um repicado pois seu cabelo é fino e repicados ajudam a dar movimento e volume aos fios. A modelo Karlie Kloss, por exemplo, tem cabelos super finos e ficou maravilhosa com seu corte chanel repicado nas pontas, e ainda lançou a tendência ao redor do mundo. Cameron Diaz é outra celebridade de cabelos fininhos adepta dos cortes mais curtos e repicados.

 

Os fios finos costumam ter origem genética, mas pode acontecer dos fios afinarem ao longo do tempo devido ao excesso de procedimentos químicos (alisamentos, progressivas, etc), queda capilar ou distúrbios alimentares e hormonais. No meu caso é genético, mas agravado pelo fato da minha dieta ser pobre em proteína, já que não como carnes, apenas peixe, e mesmo assim em pouca quantidade. Por isso, tenho que estar sempre de olho, fazendo exames e controlando com meu médico quais suplementos e vitaminas preciso tomar.

 

 

Como tenho o cabelo cacheado não tenho tantos problemas com o volume, mas sei que quem tem cabelo fino e liso pode sofrer bastante com a falta dele. Existem algumas maneiras simples de driblar esse problema, como o babyliss, por exemplo, ou até uma permanente. Seguindo as dicas abaixo dá para viver feliz com os fios finos.

 

Os maiores inimigos dos cabelos finos:

 

-Procedimentos químicos em excesso: o cabelo fino é frágil por natureza, por isso evite ao máximo procedimentos que possam danificá-lo;

-Chapinha: o uso frequente danifica os fios;

-Apliques, extensões, entrelaçamentos etc: devido à tração que causam no couro cabeludo podem resultar em queda e falhas permanentes. E quem já tem pouco não quer perder nada não é?!

-Usar o cabelo preso frequentemente: pelo mesmo motivo citado acima;

-Shampoo cremoso ou perolado: são muito hidratantes e pesados, podem "entupir" os folículos capilares provocando queda, além de deixarem o cabelo fino sem volume e com aquele aspecto "lambido";

-Pentes finos: eles quebram os fios finos, que tendem a embaraçar mais facilmente. Use pentes com dentes largos que desembaraçam melhor, e não se esqueça de começar a desembaraçar pelas pontas para não quebrar;

 

 

Os melhores amigos dos cabelos finos:

-Lavar o cabelo diariamente com shampoo transparente: geralmente quem possui cabelos finos tem o couro cabeludo oleoso, e o shampoo transparente limpa o e dá volume. O meu preferido é o Lemon Sage, da Paul Mitchell, que tem um cheirinho delicioso de limão;

-Secar o cabelo com difusor: aquele bocal para acoplar no secador, ideal para dar volume. Se quiser ainda mais, seque com a cabeça virada para baixo;

-Massagem no couro cabeludo: costumo usar o esfoliante Hair and Scalp da Paul Mitchell de 1 a 3 vezes por semana - passo em todo couro cabeludo massageando de leve e enxaguo depois de 15 minutos. Além de limpar bem, hidrata e nutre;

-Usar condicionadores leves apenas nas pontas para não pesar: até vale um condicionador ou máscara mais pesados para manter a hidratação, mas só 1 vez por semana. Nesse caso, uso a máscara Awapuhi Keratin Intensiv Treatment da Paul Mitchell, que não pesa, hidrata e repõe a queratina, o que é muito importante, lembram do post sobre envelhecimento capilar? Quem não leu, pode conferir aqui http://dermapost.com.br/?p=9374;

-Cortar o cabelo a cada 3 meses: para fortalecer e não deixar pontas ralas;

-Tratamentos de reconstrução: ajuda a repor matéria e encorpar os fios. Aqui no salão usamos bastante a ampola Concentre Substantif + Booster Ômega da Kérastase;

-Na finalização, use ativadores de volume e produtos que deêm corpo e textura: temos muitos no mercado, mas gosto de misturar alguns para dar um resultado bacana. Geralmente uso a pomada SH-RD que deixa o cabelo com brilho e trata o fio, já que tem proteína em sua fórmula, em seguida aplico uma mousse ou spray de volume para dar mais textura - gosto muito do Volumizing Root Lifter da Bain de Terre, que utiliza extratos vegetais em suas fórmula, do spray Perfect Setting da Wella, porque fixa menos e dá uma textura bacana, e do Infinium Lumiere da L'oreal que fixa e não deixa o cabelo duro;

-Não ter medo de criar textura: cabelos finos precisam de mais textura, não tenha medo de provar produtos novos e misturá-los para chegar no ideal para você. Cada cabelo se comporta de uma maneira e você deve achar a melhor combinação;

-Usar uma boa escova: cabelos finos embaraçam mesmo, e tendem a ter mais frizz. Então, invista numa boa escova com cerdas naturais que não quebram os fios e não deixam os fiozinhos fora do lugar. Estou apaixonada pela minha Tangle Teezer, que além de dar brilho e abaixar a cabeleira, tem cerdas que massageiam o couro cabeludo. Dá vontade de ficar horas penteando!

 

(Rafaella Cassolari, formou-se em Artes do Corpo, assinou uma label de roupas e agora faz a gestão e cuida das inovações no salão do seu pai, Ricardo Cassolari. Como cresceu em meio as escovas e tesouras vocês já perceberam que ela entende tudo de cabelos, cachos, make e pele… Acompanhem as dicas!)